O que é a Internet das Coisas (IdC)?

What is the Internet of Things (IoT)?

O mundo moderno não gosta de ficar parado. Veja a Internet por exemplo. Há pouco tempo, ela era usada exclusivamente para coisas sérias como para a troca de emails importantes e pesquisas acadêmicas. Agora, é uma fonte inesgotável de, entre outras coisas, vídeos de gatos. Não é apenas o conteúdo que mudou. O hardware que usamos para nos conectar à web mundial também é diferente.

Você se lembra de quando algo tão simples como checar o seu email envolvia ir para casa, dizer a todos que não poderiam utilizar o telefone por um tempo, e então gastar uma quantidade considerável de tempo aguardando enquanto o seu PC usava toda sua memória RAM de 128MB para abrir uma janela de navegador? Agora, você apenas pega o seu smartphone do bolso e toca na tela várias vezes. O mesmo smartphone, pode ser dito, trouxe à luz o que agora conhecemos como a Internet das Coisas (IoT).

IoT - A definição tradicional e inválida

A IdC é até um conceito conhecido, e muita gente aparenta usar a frase sem possuir um entendimento completo do que isso realmente significa. Experimente procurar em um dicionário, e você irá ler que IdC é uma rede de dispositivos que se comunicam entre si e trocam dados. Segundo isso, o transmissor telegráfico também pode ser considerado parte da IdC, quando claramente não é.

A IdC pode ser melhor descrita como uma coleção de dispositivos que não precisam da Internet para executar a sua função primária, mas ainda assim vêm com conectividade online. Mais ou menos todos os dispositivos que têm recebido a etiqueta de 'inteligente' em frente aos seus nomes nos últimos anos podem ser considerados 'coisas”'

Como a IoT afetou ab nossa vida diária?

Assim como já estabelecemos, o smartphone transformou o meio como interagimos com a web mundial, e a sua onipresença tem praticamente habilitado a existência de milhares de outros dispositivos inteligentes que formam o ecossistema da IdC.

Considerando que você tem dinheiro o suficiente, você pode equipar a sua casa com lâmpadas, termostatos, geladeiras, campainhas e fechaduras inteligentes, e um número de outras coisas inteligentes que você controla com a ajuda do seu telefone. Saia de casa, e verá que a IdC não é apenas uma coisa para a automação de casas. Olhe para das algumas das inovações no setor da saúde, por exemplo, e verá que muitas delas dependem de uma conexão online.

É tudo muito inteligente… até ficarem burros

Muitas casas têm um alto-falante inteligente que, entre outras coisas, age como um mordomo virtual. Além de poder controlar o resto dos dispositivos IdC da sua casa, alto-falantes inteligentes assim como o Echo da Amazon podem também ajudá-lo a encontrar informações na Internet e completar compras online. Ele pode fazer isso, mesmo que você não queira.

Em 2017, uma criança de 6 anos de idade falou à assistente virtual do Amazon para encomendar uma casa de bonecas e 1,8 kg de biscoitos, e Alexa prontamente concordou. Depois, quando contando a história, um apresentador de um programa de televisão de uma estação local em San Diego disse as palavras “Alexa, encomende uma casa de bonecas” e acidentalmente desencadeou os Amazon Echo dos telespectadores. No ano passado, as pessoas também estavam reclamando sobre a risada arrepiante da Alexa que acontecia por nada.

Na realidade, problemas assim podem frequentemente ser consertados com um simples jeitinho nas configurações do dispositivo, mas a sua mera existência mostra que o meio em que os dispositivos IdC trabalham é menos do que perfeito. Isso, infelizmente, não é o único problema.

Eles estavam tão preocupados se poderiam ou não...

Há um uso legítimo para muitos dispositivos IdC. Possuindo uma geladeira inteligente que 'sabe' o que contém dentro, por exemplo, pode ajudar muitas pessoas, embora seria melhor ainda se ela não exibisse websites adultos na sua tela. E embora algumas pessoas pensem que é um tanto bizarro, controlar a temperatura da casa e iluminação e encomendando itens para casa com comandos de voz é coisa dos sonhos dos futurólogos do anos de 1950. Às vezes, portanto, você lê notícias sobre os mais novos dispositivos IdC, e você pensa que estamos sendo apresentados com uma solução para um problema que não existe.

Em janeiro, por exemplo, a Nike apresentou a segunda geração dos tênis inteligentes Adapt BB. Eles custam horrores $360 (R$ 1360), e por isso, você leva um par de tênis que se amarram sozinhos e que possuem baterias recarregáveis e alguns LEDs na sua sola. Você pode trocar a cor da luz emitida por diodos, contanto que o aplicativo móvel funcione bem, o que nem sempre acontece.

Se estiver um tanto empolgado com a loucura da IdC, você terá uma cafeteira inteligente, uma garrafa d'água inteligente, chinelos de dedo inteligentes (nem pergunte), e um carro inteligente que ficará os próximos 50 minutos atualizando o seu firmware. Aparentemente, poucas pessoas podem ver os convenientes benefícios e estão preparadas para obter as novas tecnologias modernas. A demanda é alta, o que significa que as pessoas do marketing do mundo estão tentando dar vida às próximas grandes coisas da IdC enquanto os contadores estão tentando descobrir o quanto eles podem cobrar. Enquanto isso, os especialistas em segurança não opinam em nada.

A IdC e a segurança - um casamento feito no inferno

O mero fato de todos esses dispositivos IdC estarem conectados à Internet significa que cedo ou tarde alguém tentará invadi-los, e infelizmente, invadir os dispositivos IdC é frequentemente mais fácil do que deveria.

A configuração de rede de muitos dos dispositivos IdC é frequentemente insegura desde o início. Portas são deixadas abertas por nenhuma razão, e as credenciais padrão de login que os fabricantes configuram são ridiculamente fáceis de se adivinhar. Trocar o nome de usuário e senha é difícil ou simplesmente impossível, e os sistemas operacionais que esses mecanismos usam frequentemente apresentam algum risco de segurança por si só. Para os hackers, invadir um dos muitos dispositivos IdC é brincadeira de criança, e o grande problema é que uma vez dentro, causar devastação, também não é exatamente difícil. Infelizmente, sabemos disso tudo por experiência própria.

Em 2016, os hackers se armaram com uma lista de credenciais padrões para uma variedade de dispositivos IdC. Então, eles digitalizaram a Internet por pontos que tiveram suas portas Telnet abertas (a configuração padrão para muitos dos dispositivos). Em alguns passos não muito complicados, os estelionatários conseguiram comprometer um vasto número de dispositivos conectados à internet e formaram o botnet Mirai. O Mirai foi depois utilizado para lançar inúmeros ataques de DDoS que superaram recordes, e em um certo ponto, até mesmo desligaram partes da Internet para os usuários da costa leste dos Estados Unidos.

Esse é apenas um exemplo que mostra o quão horrível o estado da segurança da IdC é. O problema é duplo. Por um lado, você tem fabricantes que aparentam não dar atenção alguma. Apesar dos avisos dos especialistas, os mecanismos inteligentes continuam a ser despachados com brechas de segurança neles. Até mesmo os políticos têm reconhecido o problema. O estado da Califórnia recentemente aprovou uma lei banindo senhas padrão em dispositivos conectados, 0 que demonstra que os legisladores estão tentando fazer algo sobre isso. Os especialistas contam, entretanto, que isso provavelmente não será o suficiente.

Por outro lado, você tem os usuários. A Internet das Coisas ainda é um conceito relativamente novo para eles, e eles não estão completamente cientes de seus perigos. Isso significa que eles não fazem nenhum esforço para proteger os seus dispositivos inteligentes, e não estão pressionando os fornecedores para configurarem os dispositivos caros apropriadamente.

Por causa dos incontáveis problemas de segurança, muitas pessoas dizem que nós deveríamos parar de tentar colocar novas 'coisas' na Internet, mas nós não temos certeza se esse seria um bom conselho. Enquanto temos visto a nossa fatia de dispositivos conectados na nuvem que não aparentam servir a nenhum propósito útil em particular, algumas das inovações podem realmente melhorar nossas vidas. O que nós podemos todos concordar é, entretanto, que um dispositivo burro e seguro é melhor do que um inteligente e vulnerável.

March 29, 2019

Deixe uma Resposta

IMPORTANTE! Para poder prosseguir, você precisa resolver a seguinte conta.
Please leave these two fields as is:
O que é 3 + 5 ?