3 Maneiras pelas Quais Nossos Dados Financeiros Correm o Risco de Serem Hackeados

Todos os tipos de informações confidenciais e pessoais são alvos dos criminosos cibernéticos todos os dias. Uma das situações mais assustadoras é quando os hackers conseguem colocar as suas mãos nos nossos dados financeiros, pois isso pode colocar em risco o nosso bem-estar. Infelizmente, os especialistas em segurança cibernética prevêem que os golpes com cartões de crédito, especialmente os chamados casos de fraude com cartão ausente, continuarão a crescer. Naturalmente, para evitar que isso aconteça, é crucial ter conhecimento dos métodos que os hackers usam para obter informações tão sensíveis ou fazer com que as vítimas as revelem sem saber. Se nada vier à sua mente, nós encorajamos você a ler o nosso post até o fim, para que você aprenda como os cibercriminosos podem tentar enganá-lo e como reagir caso isso ocorra. Outra coisa sobre a qual gostaríamos de falar neste artigo são as precauções extras que todos nós podemos tomar para proteger os nossos dados financeiros.

Quais são os métodos que os hackers costumam usar para roubar dados financeiros

O telefonema de um hacker se fazendo passar por um representante bancário

Embora as tecnologias em crescimento criem novas oportunidades para os cibercriminosos, alguns hackers ainda chamam as suas vítimas-alvo por telefone e fingem ser funcionários de empresas confiáveis. Neste caso, os atacantes devem fingir serem do banco da vítima. Normalmente, eles afirmam que alguém está tentando entrar na conta do usuário e roubar os seus fundos. Em seguida, os criminosos podem começar a solicitar várias informações confidenciais que podem colocar em risco os dados financeiros do usuário, por exemplo, o número da conta, data de nascimento, endereço, número de telefone e assim por diante. Se o usuário cai no golpe, ele pode até pedir suas credenciais de login. Como explicação para tal pedido, eles podem dizer que é necessário para uma verificação ou para alterar a senha comprometida. A verdade é que existem muitas variações do que os hackers poderiam dizer, pois tudo depende de quão ingênua a vítima é. Sem mencionar que tentativas semelhantes de obter informações financeiras podem ser feitas também via email.

Cartão de skimming ou cópia de cartão

Os skimmers são pequenos dispositivos que podem ler dados financeiros nos cartões de crédito ou débito. Tais informações podem ser usadas posteriormente para clonar o cartão do usuário. Normalmente, esses dispositivos são implantados em máquinas de ATM. Tudo o que os criminosos precisam fazer é encontrar um dispositivo de descarte automático e depois anexar o skimmer a ele. Depois de algum tempo, os hackers voltam à máquina modificada para coletar o dispositivo e todas as informações confidenciais gravadas nele. Alguns criminosos instalam câmeras para ver também os códigos de PIN , o que facilita o uso do cartão clonado. Além disso, você deve estar ciente de que o skimming de cartão pode acontecer em qualquer lugar, por exemplo, em um café, bar, loja e assim por diante. A pessoa que finge ser o caixa ou o garçom pode roubar o seu cartão enquanto você não está observando, pois os skimmers são pequenos e também podem ser portáteis.

Ataques avançados de hackers com conhecimento técnico

Os métodos anteriores baseiam-se principalmente nas vítima sendo fáceis de convencer ou não estarem atentas o suficiente para perceber os skimmers conectados à máquina de ATM, mas alguns hackers empregam apenas o seu conhecimento técnico. Esses cibercriminosos geralmente compram dados sobre as vítimas na Gark Web e, em seguida, aumentam os seus conhecimentos sobre os usuários-alvo, registrando informações dos seus perfis de mídia social. Tudo isso é necessário para que ele seja capaz de representar a vítima perfeitamente. O próximo passo poderia ser invadir o telefone do usuário e, em seguida, conectar-se ao seu aplicativo bancário. Além disso, alguns hackers sabem como ligar para o banco da vítima, fazendo com que pareça que a ligação foi feita do telefone deles. Se conseguirem alterar o endereço de e-mail do usuário, eles poderão redefinir a senha da conta bancária. Sem dúvida, se os cibercriminosos puderem hackear as contas, todos os dados financeiros da vítima e os seus fundos podem estar em perigo.

Como você pode proteger os seus dados financeiros?

Cuidado com as chamadas suspeitas

Tenha sempre em mente que os representantes dos bancos nunca pedirão por telefone ou e-mail as suas credenciais de login ou outras informações confidenciais que possam colocar os seus dados financeiros em risco. Assim, se você receber uma ligação dizendo que há algo errado, e a pessoa começar a pedir detalhes pessoais, você deve ser extremamente cuidadoso. Em vez de dizer qualquer coisa a estas pessoas, você pode dizer a eles que terá que ligar de volta e entrar em contato com seu banco para perguntar se alguém da equipe deles ligou para você. Se não, você deve denunciar o golpe e pedir ao banco para verificar se não existem atividades suspeitas na sua conta.

Seja cauteloso ao usar os Caixas Eletrônicos

Antes de inserir o seu cartão, verifique sempre se não há nada de suspeito na máquina. Talvez o teclado ou a parte para inserir os cartões pareça incomum ou solta? Se assim for, seria inteligente procurar outro caixa eletrônico apenas para ficar seguro, além de informar ao banco que pode haver algo errado com o dispositivo. Além disso, para evitar que o seu código PIN seja filmado, certifique-se de cobrir o teclado com a outra mão ao digitá-lo. Caso os hackers implantem uma câmera acima dela, eles não conseguirão capturar o seu código se não puderem ver o que você digita.

Não forneça as suas informações pessoais facilmente

Vários sites não confiáveis ​​podem pedir para preencher seus dados pessoais para pesquisas ou em troca de brindes, acesso gratuito a jogos, etc. Não importa quão tentadora ou interessante a oferta possa parecer, você nunca deve enviar os seus dados privados ou confidenciais sem se certificar de que o site que vai recebê-los não os utilizará para fins maliciosos nem os venderá a outras partes interessadas. Algumas páginas da Web solicitam dados que podem colocar em risco a sua privacidade ou os seus dados financeiros durante o registro, por isso é crucial certificar-se de que o site para o qual você está se registrando é confiável. Para obter mais dicas sobre como proteger as suas informações pessoais, on-line e off-line, continue lendo aqui.

Não tire os olhos do seu cartão

Ao fazer compras ou jantar fora, os usuários devem ter cuidado quando chegar a hora de pagar. Hoje em dia, a maioria dos garçons leva o leitor de cartões para a mesa e as lojas os colocam para que os usuários possam pagar com o cartão sem a ajuda do caixa. No entanto, ainda pode haver lugares onde a equipe pode levar o seu cartão e, nesses casos, é importante estar alerta. Talvez nem todos estejam lá carregando um skimmer que possa clonar o seu cartão, mas apenas uma transação descuidada pode colocar seus dados financeiros em risco.

Considerando tudo o que foi explicado acima, os hackers podem estar inventando novas táticas, mas ainda há muitos deles que dependem de métodos já testados. Portanto, conhecer todos os cenários possíveis pode impedir que você revele os seus dados financeiros para os golpistas e coloque o seu bem-estar em risco inconscientemente. Em outras palavras, a chave é ficar alerta, e quando se trata de informações confidenciais, tais como dados financeiros, você nunca pode baixar a guarda.

December 20, 2018

Deixe uma Resposta

IMPORTANTE! Para poder prosseguir, você precisa resolver a seguinte conta.
Please leave these two fields as is:
O que é 7 + 10 ?