O Que é uma VPN e Como Usá-la para Permanecer On-Line com Segurança?

What is a VPN

Você provavelmente já ouviu falar mais do que algumas vezes sobre as redes privadas virtuais (VPNs) e sobre como você deve usá-las se realmente se preocupa com a sua segurança e privacidade online. De fato, os especialistas recomendam o uso de uma VPN, e o crescente número de soluções sugere que mais pessoas estão ouvindo esses conselhos. No entanto, a taxa de adoção ainda é relativamente baixa, o que mostra que, para muitos de vocês, o conceito de VPN é um mistério. Vamos tentar mudar isso.

Como funciona uma VPN?

Primeiro, precisamos dar uma olhada no que acontece quando você digita um URL na barra de endereços e pressiona Enviar sem usar uma VPN. Em termos simples, quando você faz isso, o seu computador recebe uma mensagem que diz "Eu quero visitar este site" e, em seguida, envia-a através de seu provedor de serviços da Internet (ISP) e para a Web Mundial, onde ele é redirecionado para vários servidores diferentes antes de chegar ao seu destino. Por fim, é gerada uma resposta que viaja pelo mesmo caminho até o seu PC e você vê o site que deseja visitar.

Em outras palavras, você tem muitos dados que passam por várias partes diferentes que, em muitos casos, podem ser interceptados e lidos. E não estamos falando apenas dos URLs na sua barra de endereços. Ao se conectar a um site, você está dando o seu endereço IP e outros detalhes sobre o seu dispositivo, e atividades simples tais como clicar em botões e preencher formulários de registro também geram dados que voam por muitos lugares. Sem uma VPN, muitos indivíduos podem, frequentemente, intercepta-la e abusar dela.

Com uma VPN, as coisas são bem diferentes. Primeiro de tudo, todo o tráfego que sai da sua máquina passa por um servidor que pertence ao provedor de VPN. O objetivo disso é ocultar o seu endereço IP e remover todas as informações que os malfeitores possam usar para rastrear o caminho de volta para você. Nesse sentido, uma VPN age como o bom proxy antigo com o qual você provavelmente está familiarizado. No entanto, existe uma diferença crucial.

Antes mesmo de um único byte de dados sair do seu dispositivo, o software da VPN o criptografa esses dados, o que significa que eles ficam completamente ilegíveis para o seu ISP e para qualquer pessoa que possa ter se inserido "no meio". A ideia é que tanto a segurança quanto os problemas de privacidade sejam abordados com uma única solução. Eles são?

Uma VPN pode garantir a sua segurança online?

Não, não pode. Os dados que trafegam entre o seu dispositivo e o servidor do provedor de VPN são criptografados, mas se o serviço online que você está tentando acessar não oferecer suporte para o HTTPS, a partir de então, os seus detalhes poderão ficar expostos.

Você também precisa pensar no fornecedor escolhido e na tecnologia usada. Existem vários protocolos VPN diferentes que controlam a forma como as informações são criptografadas e tratadas e, de maneira previsível, algumas não são tão seguras quanto deveriam. Quando você escolhe um provedor, precisa se certificar de que ele suporta o OpenVPN ou o IKEv2.

De modo geral, os legítimos provedores de VPN não querem arriscar a segurança dos seus usuários, mas vale a pena fazer sua lição de casa e ser diligente ao escolher o que você deseja usar.

Uma VPN pode garantira sua privacidade online?

Não, não pode. Quando se trata de privacidade, as coisas são realmente muito complicadas. Como você pode ou não saber, existem várias soluções de VPN no mercado, com algumas delas disponíveis gratuitamente e outras oferecidas por meio de um modelo de assinatura. Você deve ler a política de privacidade de qualquer serviço que esteja considerando, mas quando se trata das VPNs gratuitas, você deve ter um cuidado especial.

Como o Onavo, o serviço gratuito de VPN oferecido pelo Facebook demonstra, não existem redes privadas virtuais gratuitas para a conveniência e a segurança dos usuários. Elas existem porque algumas pessoas querem ganhar dinheiro e, se não conseguem ganhar dinheiro por meio de assinaturas, essas pessoas frequentemente recorrem à coleta e ao uso ou a venda de dados dos usuários. Antes de escolher um provedor de VPN, certifique-se de passar por todas as letras miúdas e ver se você vai descobrir que tipo de informação você vai dar usando o serviço. Os revisores que se especializaram nesse tipo de software prestam muita atenção a isso, portanto, certifique-se de ouvir também o que eles têm a dizer.

Mesmo se você estiver feliz com as políticas de privacidade, no entanto, você ainda precisa considerar as implicações puramente legais de ter todo o seu tráfego on-line passando por um único provedor. Se os agentes da lei ou do governo decidirem verificar os seus hábitos de navegação, por exemplo, eles podem recorrer ao provedor de VPN de sua escolha, que, por sua vez, pode ser legalmente obrigado a cooperar. Mesmo que o provedor de VPN esteja localizado no exterior, os acordos diplomáticos ainda podem permitir que o governo do seu país acesse os seus dados.

Eu preciso de uma VPN?

Depois de ler tudo isso, você pode pensar que temos um tipo de situação onde alguém "sabe tudo mas não é competente em nada". No entanto, esse não é o jeito certo de olhar para uma solução VPN.

Embora o uso de um serviço de VPN tenha suas armadilhas em potencial, realizar as suas tarefas online sem um não é exatamente isento de riscos, especialmente se você estiver conectado a uma rede gratuita de um aeroporto qualquer. Uma VPN é uma camada de segurança que muitas vezes é indispensável e pode fazer a diferença entre manter-se seguro e ter todos os seus dados vazados.

Nem todos os provedores de VPN são empresas legítimas que trabalham para o bem maior, e nem todas as boas têm a solução perfeita para você. O devido cuidado antes de escolher um serviço é essencial.

November 27, 2018

Deixe uma Resposta

IMPORTANTE! Para poder prosseguir, você precisa resolver a seguinte conta.
Please leave these two fields as is:
O que é 4 + 3 ?